FENACAT

 (11) 2203-3257

Rua Manoel Corazza, 12
Centro - SBC - SP
CEP: 09720-320

FENACAT Info
Clique para baixar
FENACAT INFO


 

Liberdade associativa de caminhoneiros é tema de Fórum Nacional

Fenacat

O presidente da Associação Nacional dos Caminhoneiros, (Antrac), Benedito Pantalhão, esteve presente neste sábado, 13, no Fórum Nacional de Mobilização pela aprovação do PLS 356 /2012, que aconteceu  no Centro de Eventos - Ulbra -Torres , Rio Grande do Sul.

O Projeto está em tramites no Senado, que altera o artigo 53 do Código Civil para permitir aos transportadores de pessoas ou cargas organizarem-se em associação de direitos e obrigações recíprocas para criar fundo próprio, desde que seus recursos sejam destinados exclusivamente à prevenção e reparação de danos ocasionados aos seus veículos por furto, acidente, incêndio, entre outros.Vários líderes do segmento estiveram presentes e, durante o Fórum, Virgínia Laira, advogada da Fenacat fez um pronunciamento sobre a Lei e abordou também o movimento associativo no transporte rodoviário de cargas.

"Esse projeto de Lei ficou bastante tempo parado , mas temos que andar na mesma estrada, temos que ter forças e comprometimento, se não houver isso nunca vamos sair do lugar", disse Virginia.
"A realização desse fórum é essencial , pois temos que unir forças por um único objetivo, aqui só tem trabalhador que move a economia desse país, concluiu a advogada.

Paulo Paim, senador (PT-RS) defendeu a aprovação de projeto (PLS 356/2012)  e foi bem categórico em relação ao mesmo. "Esse tipo de associação já existe, mas a Superintendência de Seguros Privados (Susep) tem movido ações para impedir a atuação delas", explicou o senador.  Paim acrescentou ainda  que muitos transportadores autônomos ficam sem proteção, pois as seguradoras tradicionais alegam que precisam oferecer seguro a preços muito elevados acima da capacidade que os caminhoneiros têm para pagar.

Para Benedito Pantalhão  cada mobilização se faz necessária para alavancar a categoria," temos que nos unir sempre para  reivindicar e conquistar melhorias, essa profissão é uma das mais dignas que existe, pois eles transportam mais de 90 bilhões de dólares no país.Tudo depende de vocês (caminhoneiros), então, se hoje a nossa classe é marginalizada, nós temos que mudar isso e essa revolução está nas nossas mãos", enfatizou o presidente.

A proposta está em análise e deverá ser votada nesta quarta-feira. "Será um dia muito decisivo, pois se não for aprovado,  esse projeto acabará definitivamente", finalizou o senador.

Fonte: Diário da Estrada


Retorna

FENACAT - Todos os direitos reservados                                                                                                                                                                                                                  Design by: Immaginare