Categorias
Sem categoria

Venda de caminhões usados cresce 26% em 2021

Nos primeiros três meses do ano, as concessionárias venderam 92.119 caminhões usados. E a tendência de alta deve se consolidar ao longo do ano

A venda de caminhões usados está em alta no País desde o ano passado. Um dos motivos é a longa espera pela entrega de modelos zero-km. Dependendo do caminhão, o prazo pode passar facilmente de três meses. Como resultado, no primeiro trimestre de 2021 a venda de caminhões usados cresceu 26,02%.

Ou seja, 2021 o setor deve repetir o que vimos em 2020. Nesse sentido, o principal motivo para a demora na produção é a covid-19.

Além da necessidade de as montadoras manterem o distanciamento social, há outro problema. Trata-se da falta de peças e insumos.https://c4a680e9a9396ffedd88e68a6c3ad6cb.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Em números absolutos, 92.119 caminhões usados foram vendidos de janeiro a março no Brasil. Segundo os são da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

Venda de caminhões usados cresceu 51% em março

A alta na comparação entre os meses também é grande. Em março, as vendas de caminhões usados somaram 34.300 unidades. Ou seja, houve avanço de 10,91% ante fevereiro.

Na comparação com março de 2020, o resultado é ainda mais impressionante. Em outras palavras, estamos falando de 51,15%. Afinal, em março de 2020 o número de transferências foi de 22.696 unidades.

Tendência é de alta nos preços

Com isso, os preços dos usados estão subindo. A informação é da Federação Nacional dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto).

Estatístico da Fenauto, Elis Siqueira confirma o grande aquecimento do setor. Segundo ele, dois fatores colaboram com isso. “Agronegócio e mais oferta de crédito puxam a demanda”, diz.

As lojas filiadas à Fenauto venderam 93.621 caminhões usados no Brasil no primeiro trimestre de 2021. Ou seja, a média mensal foi de 31,2 mil unidades por mês.

Segundo Siqueira, se o desabastecimento das fábricas continuar, as vendas de usados também permanecerão em alta.

Montadoras apostam no segmento

O setor vem crescendo tanto que passou a atrair também as montadoras. Várias têm lojas dedicadas à venda de caminhões usados. Inclusive de outras marcas.https://c4a680e9a9396ffedd88e68a6c3ad6cb.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

É o caso da SelecTrucks, que pertence à Mercedes-Benz. As vendas no primeiro trimestre de 2021 ficaram estáveis em relação ao mesmo período de 2020.

Contudo, a expectativa é de alta ao longo do ano. A expectativa é de aumento de 20% ante as 1.600 unidades vendidas em 2020. Segundo o gerente da Selec Trucks, Luiz Pereira.

Na Selec Trucks, destaque para os seminovos

De acordo com ele, o agronegócio continuará puxando as vendas de caminhões usados. Contudo, Pereira acredita em mudanças nos tipos de produtos mais buscados.

Segundo Pereira, atualmente o destaque são os seminovos. Ou seja, com até três anos de uso. “O valor de revenda desses caminhões aumentou. Com isso, grandes transportadores demonstram interesse em vender antes do período de renovação de frota para poder fazer caixa”, diz.

Na prática, o volume de oferta desse tipo de caminhão na Selec Trucks aumentou. De acordo Pereira, em 2020 os usados representaram 75% das vendas e os seminovos, 25%. Contudo, no primeiro trimestre de 2021 a participação foi de, respectivamente, 60% e 40%.

Fonte: https://estradao.estadao.com.br/caminhoes/venda-de-caminhoes-usados-cresce-26-em-2021/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *